terça-feira, 10 de maio de 2011

Maria, exemplo de fé e de humildade



Texto: Lc 1.39-45

Quem são os grandes ídolos de nosso filhos: cantores, artistas, jogadores de futebol? Quem mais os impressiona? Somos nós, pais e mães, idolos no bom sentido para os nosso filhos? Somos exemplo de fé para eles? Eles se orientam em nós, em nosso crer e agir?
A pessoa de Maria, mãe da natureza humana de Jesus Cristo, ocupa um lugar de destaque história de Natal. Para as mamães de todas as épocas ela serve do mais digno exemplo a ser seguido e imitado. É o que queremos fazer, espelhando-nos nos acontecimentos de nosso texto.
A pessoa de Maria, infelizmente, se tornou alvo de adoração e de invocação bem cedo dentro da igreja cristã. Quanto mais a pessoa de Jesus ia se apagando nas mentes e na vida das pessoas, tanto mais, dentro dos círculos cristãos, outros personagens iam tomando o lugar de Cristo, especialmente a pessoa de Maria.
Maria nunca foi santa. Ela mesma confessa em seu belo canto (Lc 1.47) que Jesus é também o SEU Salvador. E ela nunca pediu para ser invocada e nenhum dos evangelistas relata que isso aconteceu no tempo dos apóstolos. Na bíblia nada consta que podemos orar a ela.
O caso é que no 4º século houve conversões em massa, grandes multidões se converteram à força, na marra, para a fé cristã, por imposição do imperador romano Constantino. Ele impôs a religião cristã como religião oficial do império e não perguntou quem queria ou não queria ser cristão. Mas nas religiões pagãs, de onde vieram essas grandes massas convertidas pela força, lá se invocava e adorava deuses e deusas. Depois, uma vez dentro da igreja cristã, por falta de instrução, grande parte do povo cristão continuou no costume de adorar intermediários, em vez de adorar diretamente a Deus, na pessoa de Jesus Cristo. E aos poucos isto se tor nou oficial, ao ponto de no tempo de Lutero (1500), Maria ter tomado toda a atenção dos que pregavam e dos que ouviam na igreja (católica). Jesus era visto apenas como severo juiz, a quem era preciso acalmar com boas obras e pela invocação dos santos. Mas isto, sabemos, é clara idolatria, conforme a bíblia expressa no 1º mandamento. Por mais simpática que a figura de Maria nos pareça, invocá-la é anti-bíblico.Mas mesmo assim ninguém pense que a igreja luterana despreza e desconsidera a pessoa de Maria. Não! Muito pelo contrário. Maria desperta em nós a imitação, e o seu exemplo de profunda humildade e de grande fé, exemplo digno de ser seguido e copiado.

sexta-feira, 6 de maio de 2011

Polêmica Absurda – Fim do Mundo





Grupo ateu prepara manifestação para ‘dia do arrebatamento’ nos EUA

Contestando profecias que pregam que o mundo acabará no dia 21 de maio a campanha ateísta diz que essa crença é absurda.

Ateus planejam festa para o “dia do arrebatamento” Organizações ateístas dos Estados Unidos resolveram se manifestar contra anúncios feito pela Family Radio que apregoa que o fim do mundo no dia 21 de maio.

A contracampanha colocou outdoors em algumas cidades como Oakland, Califórnia, onde funciona a sede do ministério, afirmando que essa mensagem divulgada pelo ministério de Harold Camping é absurda.

O texto dos ateístas diz: “Arrebatamento: Você sabe que é absurdo. Há 2000 anos esperando que aconteça a qualquer momento”.

Para mostrar a descrença na profecia da Family Radio os ateus americanos estão marcando “celebrações do fim do mundo” que acontecerão nos dias 21 e 22 de maio. De acordo com o site American Atheists, na chamada “festa do arrebatamento” as pessoas serão convidadas a “aprender a verdade”. Essas celebrações ocorrerão também em Houston, Texas, e Fort Lauderdale, na Flórida.

“Isso mostra como a religião machuca as pessoas”, explica David Silverman, presidente do American Atheists. “Nossa esperança é que aqueles que não são facilmente enganados aprendam com as pessoas que são”.



*Pense nisso:

É uma “baita” disputa, entre ateus e falsos profetas, parece que o diabo não consegue nem mais dominar os seus próprios pares. Nós cristãos aguardamos a cada dia a volta de Cristo, mas “com respeito aquele dia, ninguém sabe!” Vamos orar por estes incrédulos e impenitentes também. Veja como precisamos compartilhar o amor de Deus – o “Cristo para todos! - isto é, “Aquecer corações” – com o Amor de Cristo! (adilson)