quinta-feira, 27 de agosto de 2009

VERDADEIRA ADORAÇÃO

23/08/2009 Marcos 7.1-13 Lavar as mãos cuidadosamente tornou-se uma prática entre nós nos últimos meses. É para prevenção contra a Gripe A. Lavar as mãos era costume com sentido religioso entre judeus, cuja adoração estava marcada pela observância de ritos, cerimônias e tradições dos antigos. Jesus e seus discípulos foram criticados pelos fariseus e escribas por não lavarem cerimonialmente as mãos. Jesus rebate dizendo que a trangressão dos mandamentos divinos era pior do que a não observância da tradição. Como exemplo, Jesus cita a transgressão de honrar os pais, devido à tradição de que um filho que deveria sustentar os pais podia ser absolvido desse compromisso se fizesse uma promessa de doação destinada ao templo, o chamado corbã. Jesus caracteriza a religiosidade dos seus acusadores como hipocrisia, visto que a sua religiosidade é culto com os lábios, tendo o coração distante de Deus (Is 29.13); eles anulavam a Palavra de Deus com a tradição que transmitiam (v.9, 13). A. O espírito dos fariseus e escribas está vivo e ativo: - quando algumas idéias e costumes são vistos como verdades absolutas de Deus; - quando atribui-se certa santidade àqueles que observam o formalismo da espiritualidade, já que a tradição exige que a pessoa mantenha uma exterioridade limpa, polida, com aparência santa; - quando pensamos que merecemos o favor de Deus, por observar os costumes religiosos; - Quando se valoriza mais as observâncias exteriores do que o arrependimento, a fé, a santidade e as graças do Espírito Santo; - quando alguém se julga mais puro por ser religioso; - quando no próprio culto, adora-se mecanicamente, mas com o coração distante. B. Sobre a verdadeira adoração cristã podemos dizer: - a adoração concentra-se em Deus e não no ser humano; - adoração cristã não se restringe a local, dia e hora ou à determinadas festividades; mas é constante e permanente; é integrante dos deveres naturais ordenados por Deus; - a verdadeira adoração é centrada no íntimo do adorador: a adoração que Deus deseja é a que parte do coração (Is 29.13); - a verdadeira adoração é um modo comprometido com a obediência aos mandamentos de Deus; - os dois grandes princípios que regem a verdadeira adoração cristã: adorar em Espírito e em verdade (Jo 4.24). . a adoração feita por pecadores não regenerados é carnal. Unicamente através da iluminação do Espírito Santo, sob o novo nascimento, podemos cultuar verdadeiramente a Deus. . adorar em verdade – a verdade é Cristo...somente através de Cristo podemos chegar a Deus...Ele é o caminho...e a verdade... Mãos limpas para saúde! Corações ao alto para adoração! Pr. Eliseu Teichmann

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

O Cristão Oferta


Como estão as ofertas na sua, na nossa congregação? São boas? Razoáveis? São péssimas? Se são boas podemos melhorar! Como? Se são péssimas, podemos fazer algo! O que? Qual a solução? A Bíblia terá respostas?
Qual a MOTIVAÇÃO para a OFERTA?Quais são as razões que me levam a ofertar? A força que move o cristão a ofertar é a mesma força que move toda a vida do cristão, toda a vida do filho de Deus. O que não pode mover você a ofertar são as crises, as dívidas. Tipo assim: oferto porque a igreja está devendo, têm crises, dificuldades. Tenho que ajudar pagar!Mas o que move você a ofertar é o que move você a praticar boas obras. Aquilo que move você a produzir os frutos do Espírito: Amor, paz, alegria... Aquilo que move você a temer e amar a Deus; Aquilo que move você a participar dos cultos na casa do Senhor; Aquilo que move você a participar dos estudos bíblicos, das reuniões dos departamentos; Aquilo que move você alevar CRISTO PARA TODOS, dando o seu testemunho; Aquilo que move você a participar da Santa Ceia; Aquilo que move você a ler e estudar a palavra de Deus; Aquilo que move você a ter uma vida de devoção e oração diária. É isso que move você a ofertar. O apóstolo Paulo diz: “O amor de Cristo nos constrange...” (2Co5.14). Constranger quer dizer impulsionar, pressionar, motivar. Então quer dizer que tudo o que Jesus Cristo fez por mim, isto me move a participar, ofertar, viver...E o que foi que CRISTO fez por mim? A Bíblia diz: “e o Verbo se fez carne e habitou entre nós” (João 1.14). Sim, Jesus deixou a sua glória – veio para a barriga de uma mulher. Nasceu e foi colocado numa manjedoura no curral. Depois viveu na companhia dos pais, nesta sociedade corrupta. Depois foi perseguido, ultrajado, foi traído, foi negado. Foi preso, foi julgado e maltratado como um criminoso, foi esbofeteado, cuspido e chicoteado. Carregou a cruz, foi pregado na cruz, morreu na cruz...Tudo ele fez por Amor. Por você. Por mim. Por toooooooooodos... Uma oferta movida pelo amor. Assim, também, deve ser com a nossa oferta para o reino de Deus. E lembremos que a oferta não é atividade separada do culto. Faz parte do culto. É culto a Deus. É momento de GRATIDÃO, de alegria!Vejamos um exemplo, dos muitos exemplos bíblicos, sobre a oferta: Caim e Abel. Dois irmãos trazem oferta ao Senhor. Deus aceita a oferta de Abel e rejeita a oferta de Caim. Pergunta-se, por quê? É que as obras de Caim eram más. As obras de Abel eram justas. A oferta de Caim não agradou a Deus, porque não era fruto da fé. Obras sem fé são nulas perante Deus. Caim não era cristão. E ofertas, Deus só aceita do seu povo, movidas pelo amor, resposta da fé – confiança nos méritos de Cristo (Cf. Gênesis 4.1-7, 1João 3.12, Hebreus 11.4,6).Devo sempre me perguntar: Deus se agrada da minha oferta? Pense bastante sobre isto! OFERTA não é obrigação, é GRATIDÃO!(Adaptado de: Da Igreja o Fundamento)

Portas Fechadas



Mensagem de Esperança - CPTN

Portas fechadas
Muitos pensam que Deus os abandonou, que ele fechou a porta e que já não podem mais se aproximar dele. Porém, na verdade, é o contrário: As próprias pessoas é que fecharam a porta e não desejam que Deus entre em suas vidas. Cristo disse: “Escutem: estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, eu entrarei na sua casa, e nós jantaremos juntos.” Pense nestas palavras de Jesus quando você sentir a porta de seu coração fechada para entrar em contato com Deus. Lembre-se de que Deus o ama, e provou o seu amor por você enviando seu próprio Filho para morrer por nossos pecados. Entregue-se à ele, e a sua vida mudará. Dê graças a Deus pelas coisas maravilhosas que ele realizou por você, e especialmente, pelo amor incondicional revelado em Cristo.

Pai, Você é DEZ!

Pai, Você é DEZ!
Dia dos Pais, você conhece a sua origem e a razão de ser? O Dia dos Pais, ao contrário do que muitos pensam, não foi estabelecido como feriado apenas para ajudar às fabricas de cartões a vender mais. Sonora Louise Smart Dodd, de Washington, foi quem primeiro propôs a idéia de comemorar a data, em 1909. Ela queria um dia especial para homenagear o pai, William Smart, um veterano da guerra civil que ficou viúvo quando sua esposa teve o sexto bebê e que criou os seis filhos sozinho em uma fazenda no Estado de Washington. Foi olhando para trás, depois de adulta, que Dodd percebeu a força e generosidade do pai; sentia-se orgulhosa ao vê-lo superar todas as dificuldades sem a ajuda de ninguém; foi destemido e amável. Então, já que John Bruce Dodd, pai de Sonora, nascera no mês de Junho, ela escolheu este mês para honrar seu pai.
No Brasil, a data é comemorada no segundo domingo de agosto e foi festejada pela primeira vez no dia 14 de agosto de 1953.
E hoje, qual a razão de ser desta data? Seja como for, ela existe para exaltar a sublimidade e grandeza da figura paterna, que tem em Deus o seu exemplo maior... Abençoado o homem que se espelha no Senhor, o Pai real e perfeito... o PAI “NOTA 10”...
Neste sentido, olhemos por um instante para um pai das histórias bíblicas, um pai muito especial e singular: José – o “pai adotivo” de Jesus. José era homem justo e íntegro... observador da Lei do Antigo Testamento (da Palavra de Deus)... Foi obediente a Deus... (Deus lhe falou em sonho); Amável e sensível... (com Maria e com Jesus); Preocupado com o bem estar espiritual de sua família e “Filho”... (Consagração; Festa da Páscoa em Jerusalém); Protetor... (Viagem ao Egito); “Espelho”... (Jesus crescia em conhecimento e graça diante de Deus e dos homens...). E concluímos, o PAI JOSÉ FOI DEZ!
Ser pai não é para qualquer um... não mesmo! Fortes, protetores, ou mesmo atrapalhados, eles inspiraram inúmeros criadores a explorar suas histórias. Aventuras, comédias, dramas ou ficção, revelam sua identidade...
Que ênfase seria justa e que pode ser dirigida à figura paterna de hoje ou como lembrança do passado? Pensando no meu pai, seu caráter, sua vivência cristã... eu proclamo, com toda segurança e gratidão, por ele e por você pai cristão: PAI, VOCÊ É DEZ!
“No temor do SENHOR, tem o homem forte amparo, e isso é refúgio para os seus filhos” (Provérbios 14.26).ABENÇOADO DIA DOS PAIS!!!

Notícias IELB - acordo Brasil-Vaticano



IELB fala sobre o acordo Brasil-Vaticano
O 2º vice-presidente da IELB, pastor Mario Lehenbauer, concedeu entrevista ao jornalista Heródoto Barbeiro da rádio CBN, São Paulo. O programa Jornal da CBN está entrevistando religiosos de várias denominações sobre o acordo entre o Brasil e o Vaticano.O acordo não teve seu teor divulgado pela Santa Sé mas, segundo informações divulgadas pela imprensa, preveria relações entre os dois Estados que influenciariam em aspectos como o ensino religioso nas escolas. A preocupação das denominações religiosas é que o acordo acabe ferindo a laicidade do país, resultando em restrições as igrejas não católicas.Na entrevista de 4 min, o pastor Mario reforçou a posição da IELB em seguir os preceitos constitucionais e defendeu a manutenção de um estado laico. Argumentou ainda que a não divulgação do teor do acordo pode significar vantagens para as instituições católicas no Brasil.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Aniversário da CELC

Domingo, dia 09 de agosto foi comemorado o 25º Aniversário da Congregação de Teresina, PI.
Foi celebrado um culto festivo, de louvor e agradecimento a Deus pelas inúmeras bençãos. O Grupo de Canto também participou.
Durante o culto teve também uma apresentação teatral, entitulada "espelhos".
As crianças também fizeram sua homenagem à Congregação e aos pais, pelo seu dia.
O Culto foi alegre, com muito louvor.
Teve muitos participantes no culto e nas demais programações.
Todos participaram com alegria.
Teve um churrascão no almoço.
Hum! Que delícia!
Como é bom estar unidos os irmãos.
E aí, faz um OK! Beleza!
Estou com sede, põe mais refri pra mim!
Espera que tem mais!!!!
Foram bons momentos de confraternização.
Também a família reunida!
Como é bom conversar com os irmãos.
Come mais um pedacinho, que está gostoso!
Muitos participaram com ânimo e
Vamos assistir. O que vai acontecer agora!!
Eita! É um banho de bica...
Olha a foto, olhe pra cá..
Ai, me ensina aquela música..
Olhe pra cá, a foto!
Quem quer uma Bíblia?!@
Além do culto e programações teve muito trabalho. Todos ajudaram!
Assim é bom e fácil fazer as programações.

Opa! Banho de bica, eu também quero!
Ai que vontade, também quero entrar!
Hum Mamãe, me abraça!
Ai que gostoso!
Tira uma foto de nós aqui!
Toda a família participou, assim que se faz, as crianças aprendem desde cedo.
A Congregação foi visitar o Encontro dos Rios e distribuir folhetos da CPTN.
Todos gostaram e participaram com muita alegria e disposição.
Vamos lá pessoal, olha a foto!
Até que enfim o pastor saiu numa foto!
Nossa cidade tem muitos lugares bonitos criados por Deus, onde
podemos admirar e testemunhar o Criador.
Vamos tirar uma foto, todo mundo sorrindo!
Muita gente até fez umas comprinhas!!!
Seu Raimundo foi quem arrumou o ônibus pra gente. Valeu Sr. Feraz!
Pessoal, vamos para o ônibus, mas deixa tirar mais uma foto! Agora vamos para o Pólo Cerâmico! Cadê o ônibus? Oi Bebe! A família toda com a camiseta do Congresso!
E então. Estão gostando? Veja quanto artesanato bonito!
Eu acho esse lindo! E você?

Parabéns à CELC pelos seus 25 Anos!
Parabéns a todos pela programação e participação!
Obrigado Senhor por tantas bençãos!!!!
Continue nos abençoando para que possamos sempre bendizer o Seu Nome e
a Salvação que Tu nos dás em Cristo, Amém!